Flamengo Empata: Salvos pelo Filho de Kleber

Neste sábado o Flamengo voltou a não vencer, apesar de finalmente termos feito gols (não graças ao ataque). O empate de 2 a 2 contra o Vitória foi muito ruim, nos aproximamos do líder em um ponto (antes eram 19 de diferença, agora são 18), mas o Z4 se aproximou perigosamente (de 4 para 2 pontos), e na próxima rodada, se as coisas não melhorarem, poderemos frequentar as mediações do inferno.
No jogo de sábado entramos com a escalação errada, não o esquema, afinal esquemas de jogo são estratégias que um time pode utilizar, mas para isso tem que acertas as peças colocadas em campo. Entrando com um 3-5-2, Silas errou em três jogadores colocados em campo, esse esquema favorece os apoios dos alas, e Juan até que aproveita bem esse esquema, mas a entrada de Everton Silva foi equivocada, pois esse prima mais pela defesa que pelo apoio ao ataque. Isso fez com que o lado esquerdo ficasse muito em evidência e o direito preso atrás, facilitando a marcação adversária, como foi visto em todo o primeiro tempo e parte do segundo, até a saída deste jogador e o deslocamento de Galhardo para o setor. Outro equivoco foi a escalação de Petkovic neste esquema, o Pet não rende neste esquema, fica isolado no meio e completamente sobrecarregado, Andrade já tinha visto isso no ano passado, daí a mudança do esquema que levou a arrancada para o Hexa, Silas deveria ter entrado com outro jogador, mais rápido e que ajudasse na marcação, com isso ganhando auxílio de Corrêa nas subidas ao ataque (Michael poderia ter sido utilizado, assim como o Pacheco). E o último erro foi a escalação de Deivid e Val Baiano no ataque, por mais que Deivid saiba sair da área para auxiliar o meio, ficou refém de seu baixo preparo e falta de velocidade, para o sucesso neste esquema precisa de um jogador rápido, como Diego Maurício (e Diogo, que não estava disponivel ontem).
A melhora do time ao final do jogo se deve as substituições sim, mas houve uma alteração de esquema de jogo, o Flamengo, após as saídas de Pet e Everton Silva, para as entradas de Galhardo e Diego Maurício, formou um esquema 3-4-3, com Toró, Jean e David na defesa, Galhardo, Corrêa, Kleberson, e Juan fazendo uma linha de 4 no meio e Diego Maurício e Deivid abertos pelas pontas com Val Baiano fazendo o pivô. Nesse esquema, o Flamengo pressionou o Vitória a ponto de quase virar a partida, com a grande atuação de Kleberson (o qual eu critiquei publicamente no twitter assim que entrou, queimei a lingua!).
Silas ainda está conhecendo o seu grupo e logo saberá quais jogadores pode utilizar com qual esquema de jogo, e, espero, comece a dar resultados.
Ps.: a entrada de Kleberson no lugar de Ronaldo Angelin não alterou o esquema para 4-4-2, pois Toró foi deslocado para a defesa, mantendo o 3-5-2. Com isso mantendo as dificuldades de Pet armar o jogo, o que justificou sua substituição e clara insatisfação do meia. Silas acertou em retirá-lo, mas errou ao escalá-lo em um esquema que o desfavorece.
O filho de Kleber queimou minha lingua! Espero que continue queimando! Valeu Kleberson! Comentem!
Siga-nos no Twitter:
Anúncios

About @VMoizinho

By definition: Geek, arrogant, pretentious, selfish, annoying, non-social, tease, and in the opinion of many, gone... ...Apart from very humble, of course. 8-)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: