Se futebol é negócio, o Flamengo é comerciante informal

Futebol é um negócio. O advento da globalização, mesmo sem essa pretensão, vem retirando do esporte função fundamental de entretenimento em detrimento ao público que o acompanha, mais conhecido como torcedor. Ou seja, nós.

É puro negócio, como outro qualquer. Beijar escudo? Hah. Só para aparecer em foto, salvo raras exceções. Jogadores são mercadorias. FIFA e Conmebol organizam o futebol visando lucro. Jogador, hoje,pode ser negociado em qualquer canto do mundo independentemente do Brasil, desde que o Brasileirão passou a ser disputado em pontos corridos (vence quem tem maior regularidade) houve aumento nas transferências de jogadores para o exterior, bem como aumento da participação de jogadores estrangeiros na elite do futebol nacional.
Mas enfim, esses são apenas dados iniciais que reforçam o que eu realmente quero dizer, e vou partir logo para o assunto. Se futebol é um negócio, então sua negociações não deveriam ser tratadas em manchetes de jornais ou sites. No Flamengo, o que se vê é um absurdo sem tamanho. Em sua última entrevista cedida ao Urublog (clique aqui) o Galinho Zico reclamou abertamente ao dizer que “assustos tratados internamente, entre dirigentes, em 10 ou 15 minutos estão pipocando em toda mídia”. Foi categórico, e tem toda razão.
Vazar informação para a mídia não só é falta de profissionalismo como também é extremamente prejudicial para qualquer negócio que envolva barganha. Esse ano já sofremos mais de uma vez com esse tipo de “atentado terrorista” à boa condução de assuntos administrativos e, especialmente, financeiros.
Claro, se há interesses econômicos envolvidos, alguém sai ganhando e alguém sai perdendo quando certos tipos de informação se tornam públicas. Vamos dar uma olhada em dois casos CLARÍSSIMOS de 2010 ligados ao Mengão? Vamos observar dois hermanos, então. Pensem nos nomes Riquelme e Montillo. O primeiro, fazendo uso do (especulado) interesse do Flamengo em contar com seu futebol para o segundo semenstre, renegociou o seu contrato (milionário) com o clube de onde provavelmente não vai (ou mesmo não iria) sair tão cedo. O segundo foi ainda mais sacana ao se aproveitar da oferta final do Fla para conseguir um contrato ainda melhor com o nosso adversário de domingo. Ambos fruto de informação que indevidamente se tornou pública.

Agora estamos vendo aí o caso do Forlán. Dizem que ele falou que gostaria de vir para o Flamengo, que o pai dele é bambi e o empresário é gambá. OK, mas… E daí?! Não interessa se estamos tratando de Montillos, Riquelmes, Alexs, Felipes Melo, Elanos, Gilbertos Silva ou o escambau. Em um negócio, a negociação só interessa às partes, que no caso são a diretoria do clube, o jogador e seu empresário. Pronto!

Infelizmente não é torcedor que contrata. Não sou eu ou você quem irá assinar o maldito contrato e pagar o salário de muitos dígitos do sujeito A ou B que venha a defender o Manto Sagrado em 2011. Não somos nós que iremos montar o esquema tático da equipe que futuramente entrará em campo. Então de que adianta saber se o Pelé vai voltar a jogar antes de termos um contrato devidamente fechado, ou ainda antes de vê-lo em campo com o Manto 10? É absurdo.

Manchetes como a do Forlán já não me dizem nada. Precisamos de um basta em atitudes nocivas ao clube como essas. Profissionalismo já. E vamo que vamo.


Anúncios

About @VMoizinho

By definition: Geek, arrogant, pretentious, selfish, annoying, non-social, tease, and in the opinion of many, gone... ...Apart from very humble, of course. 8-)

2 responses to “Se futebol é negócio, o Flamengo é comerciante informal”

  1. Zeca Urubu says :

    Esse tipo de "Central de Boatos" é eterno no flamengo… já "colocaram" no Mengão jogadores como Seedorf, Van Basten, Davids, Henry, Maradona, Ortega, Montillo, Riquelme… e por aí foi… Agora a bola da vez é Fórlan! Duvido que venha… gostaria muito, mas duvido!SRN

  2. Nyltynho says :

    Futebol hoje em dia é negócio.Jogador hoje, como você falou, é mercadoria.Eles se vendem por quem pagar mais. Não tem mais essa de amar o clube. Que amor esse que o cara chega com um dinheiro a mais e o cara abandonaseu amor?É NEGÓCIO!@NyltynhoCrf

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: