A Nação e o ìdolo

Se formos analisar todas as grandes nações do Mundo em todas as conquistas e em momentos de orgulho, perceberemos que há sempre um grande líder, que mais que um líder é uma pessoa carismática e um ídolo capaz de fazer as pessoas o admirarem e verem nele um motivo de orgulho para pertencerem àquela nação.

Li e ouvi algumas pessoas questionando a contratação do Ronaldinho Gaúcho, ou Carioca, como preferirem. Questionam se vale a pena o investimento, se ele trará retorno etc. Os números já comprovam que vale a pena. A Fla Concept, segundo informações, em 24 horas aumentou suas vendas em 6 vezes, esgotando seu estoque. Mas há muito mais envolvido do que a simples venda de camisas, imagem e produtos licenciados.

Uma Nação necessita de um grande ídolo. Sempre foi assim. As vitórias e conquistas são essenciais, mas a existência de um ídolo é fundamental também. Em nossa história já tivemos um grande ídolo sem grandes conquistas como foi o caso do Romário. Onde ganhamos adeptos por causa dele, mas sem ver o time brilhar. Recentemente tivemos uma geração mais vitoriosa que ganhou 1 Brasileiro, 1 Copa do Brasil e 3 Cariocas, mas faltou um grande ídolo, à exceção do retorno do Pet e Adriano em 2009. Apenas a geração de 80 conseguiu formar um time vencedor aliado a um grande ídolo, aliás, vários grandes ídolos com a presença de um ídolo supremo. E foi nesse momento que a torcida que já era uma Nação, se transformou no grande fenômeno mundial.

Um time vencedor sem um ídolo, ou um ídolo sem conquistas podem gerar o mesmo efeito. Agora um time vencedor com um grande ídolo é capaz de fazer tremer as estruturas do universo. Imaginem a quantidade de crianças que começaram a torcer pelo Flamengo por causa do RG. Alguns podem até se desviar, mas a maioria continuará fiel ao Mengão, mesmo com a saída do RG. É a semente que está sendo plantada. E tudo vira uma bola de neve: grande ídolo num grande clube, que atrai novos adeptos, que desperta torcedores adormecidos, que querem adquirir produtos, que querem ir ao estádio, que atraem mais investidores, que aumenta a receita do clube, que pode investir mais em estrutura e contratações… Quando a roda começar a girar perfeitamente, ela não para mais.

Só que para tudo isso acontecer, o RG tem que querer jogar e abraçar a ideia, a diretoria e comissão técnica tem que preparar um time forte e vencedor e tem que ser trabalhado a publicidade de tudo isso, com a ajuda de parceiros investidores.

A história comprova que uma grande Nação para ser vencedora necessita de um grande ídolo, de um líder capaz de comover a população. A diretoria trouxe alguém capaz para isso. Agora esperemos fazendo a nossa parte para que esse projeto decole e para que lá na frente olhemos para trás orgulhosos dos nossos feitos.

Bem vindo Ronaldinho, e seja feliz ao lado da Nação Rubro-Negra.

SRN

Anúncios

About @VMoizinho

By definition: Geek, arrogant, pretentious, selfish, annoying, non-social, tease, and in the opinion of many, gone... ...Apart from very humble, of course. 8-)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: