A Nação que emociona o Astro

Salve Nação Rubro Negra!

E a estréia de Ronaldinho Gaucho foi perfeita. Sim,perfeita, pois o objetivo maior que era a vitória foi alcançado. Tudo bem que a atuação do time não foi das melhores, Ronaldinho ainda precisa conquistar sua melhor forma e seu ritmo de jogo, Deivid a cada dia prova que precisa esquentar um banco de reservas, mas o mais importante foi a felicidade da Nação Rubro Negra nessa noite do dia 02 de fevereiro de 2011.

Antes do jogo um mosaico resumia o pensamento de 35 milhões de pessoas ao redor do mundo “Bem vindo R10”. E pra quem achou que só veria isso jogando video game, pôde enfim ver com seus próprios olhos, ao vivo e em cores Ronaldinho Gaucho entrando em campo com o Manto Sagrado. Até parecia um pouco assustado, com o pensamento de que teria que retribuir da melhor forma possível todo esse carinho que recebeu da Nação.

Quando a bola rolou, o jogo se fez mais dificil do que havia se previsto, pressionado pela vitória do Resende sobre o Boavista, o Nova iguaçu começou perigoso nos contra ataques, perdendo um gol incrivel com Alex Faria.

O time Rubro Negro parecia nervoso, errava passes bobos, procurava sempre os pés de R10 para criar as jogadas, mas a forte marcação do time da baixada, que chegava a ser de 3 jogadores em cima dele, acabava fazendo R10 não dar prosseguimento as jogadas.

Vale ressaltar que as fracas atuações de Deivid e Vander prejudicavam muito o sistema ofensivo do time. Thiago Neves tambem era bem marcado, mas ainda procurava tabelar ora com Leo Moura ora com R10.

Fora uma cobrança de falta de R10, um chute de Deivid, um toque de calcanhar de R10 para Renato Abreu soltar a bomba, pouco foi criado no primeiro tempo.

O segundo tempo rolava no mesmo ritmo, até que um lance depois da parada técnica mudaria a história do jogo: R10 ergue os braços e pede para a Nação, que naquele momento se calava na tensão do 0 a 0, começar a cantar e empurrar o time. Seu pedido foi prontamente atendido e o Engenhão pulsava a favor do Mais Querido. Esse lance me marcou por que quem é Rubro Negro de verdade sabe muito bem da capacidade da Nação em “resolver” os jogos dificeis do Mengão.

Para completar o motorzinho que vinha das arquibancadas, Luxa colocou o raçudo Wanderley no lugar de Deivid.

Aos 40 minutos a glória para o atacante que veio sem custo nenhum, cercado de desconfianças, zombado por alguns, mas que roubaria a cena em um dia histórico: depois do goleiro Diogo não segurar um chute de Léo Moura, Wanderley disputou com o goleiro e marcou o gol que aliviaria 35 milhões de Rubro Negros e um R10 no comando da Nação. Na comemoração Wanderley mais parecia um menino que comemorava seu primeiro gol vendo o Flamengo jogar, e como prèmio um carinhoso abraço do astro da noite.

No fim de tudo, reverências daquele que foi eleito duas vezes melhor do mundo, mas que consegue se arrepiar com a maior torcida do mundo, e uma declaração que certamente ficará na história “Todo mundo tem um pouco de Flamengo, e isso aflorou em mim muito mais agora” ROnaldinho Gaucho.

Um caso de amor que tem tudo pra dar certo, só depende de você Ronaldinho!

SAUDAÇÕES RUBRO NEGRAS.

Anúncios

About @VMoizinho

By definition: Geek, arrogant, pretentious, selfish, annoying, non-social, tease, and in the opinion of many, gone... ...Apart from very humble, of course. 8-)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: